Muitos de vocês já sabem que eu sou um apaixonado pela marca Razer, afinal de contas a sua marca é uma das marcas gamer mais conceituadas do mundo. Hoje trago a review de Razer DeathAdder V2.

O Razer DeathAdder V2 é para mim uma versão melhorada do Razer DeathAdder Elite que existe desde 2016. O Razer DeathAdder V2 chega agora com um sensor óptico melhorado, dois botões laterais mais resistentes e ainda um botão de scroll mais suave, talvez um dos melhores ratos que um jogador pode comprar.

Mas a grande questão não passa pelo facto de o Razer DeathAdder V2 ser ou não o melhor rato da gama DeathAdder mas sim se vale a pena comprar este rato.

A nível de preço tanto o Razer DeathAdder V2 como o Elite custam 79.99€, por isso a diferença de preço é nenhuma. A maior diferença está mesmo no facto de o sensor óptico do Razer DeathAdder V2 ser o mesmo do Razer Viper Ultimato Wireless (sensor óptico Focus +). Mas uma das maiores mudanças existentes no Razer DeathAdder V2 é mesmo o botão Scroll para além de ele ser leve e bastante sensível ainda é possível sentir cada deslize do Scroll de forma a não rodar demasiado acidentalmente.

O novo fio de ligação por USB é incrível, eu já tinha feito a review do Razer Viper que tem o mesmo tipo de cabo e é impressionante. Este cabo tem o nome de “Speedflex Cable” e a maneabilidade do cabo é impressionante e continua a dar uma resistência extra ao cabo de forma a não se danificar com o uso.

Este tipo de cabo evita que exista um cabo enrolado e que dificulte a movimentação do rato na altura que mais necessitamos.

Os botões laterais são agora mais resistentes e têm uma durabilidade maior. Estes botões são ópticos e não mecânicos, eles usam um feixe de luz infravermelho de forma a registar cada clique. Segundo alguns testes da Razer a estimativa de duração destes dois botões é de 70 milhões de cliques ao contrário dos 50 milhões do DeathAdder Elite.

Testei o Razer DeathAdder V2 com os jogos Call of Duty: Warzone, Escape from Tarkov e Destiny 2. Adorei os testes, afinal de contas os tiros parecem ser mais certeiros sem movimentos bruscos que nos fazem falhar por pouco ou cabos que por vezes dificultam a nossa movimentação.

Os botões direito e esquerdo do rato estão muito bem desenhados, ao contrário do que acontecia com os DeathAdder Elite que tinha um botão longo e fino e que era dividido em dois, o Razer DeathAdder V2 tem estes botões mais largos e separados por uma tira de plástico onde está o botão Scroll e os botões de ajuste dos DPI’s. Pode não parecer fazer grande diferença mas para os jogadores mais experientes faz toda a diferença e dá um acesso mais imediato na troca de DPI’s que nos permitem alterar o nosso modo de jogo de imediato.

Na parte de baixo do rato existe também um botão que pertence aos perfis do rato e que nos permite alterar o perfil de sensibilidade e iluminação RGB do rato que é personalizado através do software Razer Synapse da Razer.

Através do Razer Synapse também podem configurar um número ilimitado de perfis e armazenar cinco desses perfis dentro da memória interna do Razer DeathAdder V2 para que não tenha de instalar o Razer Synapse sempre que trocar de computador.

Tal como muitos dos artigos da Razer o DeathAdder V2 está todo revestido numa fina camada de borracha que impede que a mão dos jogadores escorregue. Isso é bastante interessante principalmente para jogadores mais competitivos que necessitam de precisam ir de um rato que não escorrega em momento algum.

Um dos pormenores dos quais ainda acho que poderia ser feito algo é em relação aos botões laterais do rato. este botões até parecem bastante resistentes, O problema é que quando apertamos cada um destes botões cêntimos que eles balança um pouco para a esquerda e direita tendo a leve sensação que o único apoio que estes botões tem é o apoio central do sensor. mas esta é uma queixa bem pequena e que muitos jogadores certamente nem notaram que não faz moça a grandiosidade do Razer DeathAdder V2.

Sensor…

Eis que chegamos agora ao sensor, o novo sensor presente no Razer DeathAdder V2 chega aos 20.000 DPI’s, algo que parece um pouco absurdo tendo em conta que achávamos que 16.000 DPI’s já era demasiado.

O que é certo é que após alguns testes percebi que o sensor V2 é bastante preciso quer use um mousepad ou não. Testei a precisão do sensor V2 em várias superfícies como por exemplo, couro Madeira Lisa azulejo mármore e até mesmo tecido que normalmente não é usado em mousepad. o resultado destes foi surpreendente não notei perda de sensibilidade em qualquer uma das superfícies e consegui uma precisão exata fosse em videojogos ou até mesmo em desenho técnico.

Conclusão…

O Razer DeathAdder V2 parece-me uma boa aposta para quem procura um gato gaming. Creio que o único ponto que levara os jogadores a pensar em duas vezes passa mesmo pelo preço deste dispositivo.

Tanto a versão do Razer DeathAdder Elite como do Razer DeathAdder V2 é de 79.99€ algo estranho tendo em conta que são dispositivos que saíram em alturas diferentes.

Mas é possível encontrar na Amazon o Razer DeathAdder Elite a metade do preço.

A pergunta que se faz é, “será o Razer DeathAdder V2 superior a versão Elite?”, e a resposta é sim.

Agora creio que se procuras o melhor que o mercado tem para te oferecer então a resposta é Razer DeathAdder V2. Mas se procura economizar um pouco e achas que as melhorias do Razer DeathAdder V2 não são assim tão superiores então vale a pena comprar o Razer DeathAdder Elite.

Mas na minha opinião o novo sensor ótico, o novo Scroll e o tipo de fio que o Razer DeathAdder V2 tem valem a diferença.

Nota 9/10

Positivo
  • Melhor sensor de 20.000 CPI da classe
  • Sensores ópticos com durabilidade extra.
  • Confortável
Negativo
  • Mais caro que versões semelhantes