Tatsumi Kimishima liderou a Nintendo na altura em que foi lançada a Nintendo Switch, e em que entraram no mercado mobile. Em Junho deste ano, Kimishima irá deixar o cargo e Shuntaro Furukawa e entrará para o seu lugar, um líder com apenas 46 anos e que já tem ideias bem definidas sobre como manter e até florescer o sucesso da Nintendo.

Um dos planos de Furukawa será reforçar a aposta da Nintendo no lucrativo sector mobile, cimentando a posição da companhia como uma das maiores competidoras nesse formato.

"A ideia que emergirá algo que se transforma em algo grande, da mesma forma que nas consolas de videojogos, é o motivo que define o negócio na Nintendo. Do que posso ver, os jogos para smartphone são aqueles que mais quero expandir," disse Furukawa ao Nikkei no Japão.

Pokémon GO mostrou o tipo de sucesso que pode ser alcançado no mobile, Super Mario Run demonstrou o interesse pelas propriedades da Nintendo nos dispositivos iOS e Android, enquanto Fire Emblem Heroes parece ter-se tornando numa forte e sustentada fonte de rendimentos para a companhia.

Para o futuro, a Nintendo prepara Dragalia Lost com a Cygames e Mario Kart Tour também está a caminho.


A Nossa Equipa

Perplera

Bruno Costa (Perplera)

CEO Director e Editor
perplera@strong-player.com
Pedro_msca

Pedro Almeida (Pedro_msca)

Redes Sociais e Editor
pedro.almeida@strong-player.com
Mytho

Paulo Costa (Mitho)

Diretor Criativo e Editor
pamtc86reu@strong-player.com
Contacto Geral

Contacto Geral

Redação
geral@strong-player.com
3D Print

3D Print

3D Print
3dprint@strong-player.com