A coisa de umas semanas caí-me mas mãos, como se fosse um cesto de frutas, um jogo todo saudável, ou não. Sempre pensei que um jogo que tivesse frutas ou legumes só poderia ser um jogo todo querido, mas tudo mudou quando comecei a testar este jogo.

Num futuro, espero eu que distante, a cadeia alimentar sofreu uma reviravolta e as plantas estão no topo. A flora sofreu uma espécie de mutação e as plantas e frutas ganharam braços e pernas e empunham armas. A parte da mutação é só especulação, na realidade creio que ninguém faz ideia do que se passou.

Este jogo foi criado por um estúdio chinês de nome SpaceCan e criou este jogo em duas duas dimensões onde nos deslocamos por um mapa plano mas com varias áreas para explorar e eliminar estes frutos e vegetais do inferno.

Ao iniciarmos este jogo vamos escolher uma das 4 personagens disponíveis, um ninja, um botânico, um mercenário ou um boxista. Estas personagens estão encarregues de desvendar os segredos desta renovada vida terrestre. Cada um destes personagens tem diferentes skils, seja resistência ou arma inicial (pode ser modificada no decorrer do jogo). Cada uma das personagens tem também um dispositivo secundário, mas o ideal é experimentar cada uma das personagens para decidir qual se adapta mais ao teunestilo de jogo.

O botânico tem numa arma de ar comprimido que faz um som muito engraçado (acho que sera alho como um “ pop”), e como secundária tem uma granada. O Boxista tem uma pistola “Sig229” e como secundária tem uma poção de saúde que ceia um circulo que restabelece a saúde da personagem. O ninja tem uma espada muito catita e como poder secundário tem um poder que vai atordoar as frutas e legumes. Por fim temos o Mercenário, este tem numa grande arma chamada de “Submarino Amarelo” e pode ajudar a derrubar pequenas torres que vão ajudar a matar os inimigos.

Jogabilidade…

As mecânicas do jogo são muito simples, algo que já não via a algum tempo num jogo. Vamos passar por varias áreas que se vão fechando conforme vamos avançando, nessa área eliminamos todos os inimigos e matamos o boss final e passamos a uma nova área. A parte mais complicada é que neste jogo, quando morremos, perdemos todos os itens coletados e todas as recompensas e regressam os ao acampamento base após a morte.

Juicy Realm é um jogo muito o interessante, e no que toca aos efeitos sonoros este jogo está muito bem conseguido. Os efeitos sonoros das varias armas é incrível, e quando pensamos em armas, normalmente pensamos em AK-47 e outras armas do gênero. Em Juicy Realms podemos bater no inimigo com com armamento pesado, armas brancas, bastões de basebol mas também podemos bater nas frutas com baguetes, galinhas de brincar e outros objetos bm engracados, não houve limite para a criação. Temos armas regulares como as Uzi, as AK-47 mas depois temos um foguete Blaster, um teclado GG que dispara a palavra GG e a mais interessante é a Steam Gun que dispara descontos com o logotipo da Steam.

Em Juicy Realms podem os transportar duas armas, mas creio que o mais difícil vai ser que armas carregar, apesar de eu sugerir sempre uma arma de corpo a corpo e uma arma de distância.

Estas armas podem ser obtidas nas caixas de recompensa que caem quando limpamos cada uma das áreas. O que esta dentro das caixas é aleatório, o que significa que apesar de estarmos a avançar no jogo as armas não serão obrigatoriamente melhores.

Dentro de cada área existem também caixas que e possível quebrar e onde poderemos arranjar alimentos , saúde, energia que nos vão ajudar a restabelecer a nossa saúde.

O jogador conta ainda com uns power-ups que pode recolher no decorrer do jogo e que prolongam o medidor de resistência, apesar de serem poucos esses power-ups e de estarem todos eles bem distantes. Os cooldowns também são bastante frustrantes e as batalhas contra bosses podem ser incrivelmente difíceis, mesmo na dificuldade fácil.

As mortes contra o bigboss são inevitáveis e ter de reiniciar todo o nosso percurso, vezes e vezes sem conta pode ser muito frustrante. Os níveis são sempre iguais, e esta caminhada em direção ao bigboss pode ser tão repetitiva sem qualquer novidade que poderá fazer o jogador desistir desta jornada.

Um apontamento bastante negativo é o facto de não podermos personalizar as teclas de jogo, algo que pode não ser muito pratico para alguns jogadores. Felizmente, para a grande maioria dos jogadores, os controles são simples e fáceis de entender.

O jogo conta com um multiplayer local, e é nessa altura que as coisas podem simplesmente ficar confusas e frenéticas. Os jogadores podem reviver o companheiro caido em combate e até podem roubar as moedas usadas para comprar munições e comida das maquinas de venda automática.

Se com um jogador, o jogo já é caótico, com dois jogadores duplica o caos dentro da área de jogo. É certo que se os jogadores se coordenarem, vão conseguir derrotar os bigbosses mais facilmente, afinal de contas têm o dobro do poder de fogo.

Gráficos…

Juicy Realms é um jogo muito bonito, ele tem cores que saltam a vista e as personagens (sejam inimigos ou as nossas personagens) estão muito bem desenhadas e tem até inimigos que chegam a ser adoráveis. A criatividade colocada neste jogo foi colossal e as áreas de jogo têm muitos detalhes, existem até dentes de leão que explodem com um “puff” quando passamos por cima deles.

Os ambientes de jogo variam bastante de uns para os outros, temos ambientes na floresta, no deserto e até na neve, e todos estes ambientes com particularidade bem interessantes. Com tantas repetições de níveis, o jogador acabará por deixar de dar tanta importancia aos pormenores da arte do jogo, mas há sempre quem aprecie isso.

Conclusão…

O jogo Juicy Realm está muito bem conseguido com bom design e uma jogabilidade interessante. A parte do audio está muito bem conseguida com efeitos audio bem pensados e com vilões bem diferentes do que vemos em outros jogos. Infelizmente este é um jogo sem grande longevidade, depois do jogador terminar este jogo não irá certamente repetir só porque sim… seria mais do mesmo.

O jogo encontrasse a venda na Steam por 9,99€ e apesar de não ser um jogo com uma longevidade grande, não deixa de ser um jogo divertido.

Podemos jogar este jogo com um amigo e será sempre interessante para fazer pares com amigos e ver quem chega mais longe.

 

Nota: 8/10

 

Positivo…

Gráficos muito queridos.

Armas bem interessantes.