Boas pessoal eu superplayer estou aqui a fazer vídeo de Anthem.  Inicialmente Este jogo não pareceu ser uma boa ideia por parte da EA Games eu tive acesso a Beta e de tudo o que experimentar muito me parecia errado. Um dos pontos mais críticos seriam os loadings exagerados que nos faziam esperar por vezes 4 a 5 minutos por uma partida.

Esperei então o lançamento do jogo para poder fazer então uma ideia mais concreta e ver o que a EA Games corrigiu até ao lançamento.

Devo ressalvar o facto de este jogo ser tão parecido com Destiny 2, quem vir este jogo,  inevitavelmente vai lembrar-se de Destiny 2 e não é para menos. A nível gráfico e a nível de jogabilidade os jogos são muito similares, apesar de ter algo que gostaria bastante de ver no jogo Destiny 2 estou a referir-me à vista em terceira pessoa.  Mas não estou aqui para falar de Destiny 2 mas sim do jogo Anthem da EA games.

A história do jogo chega a ser bem preguiçosa e não elaboram muito toda a trama do jogo. Os diálogos são muito aborrecidos e os jogadores podem ficar tentados a passar algumas cinemáticas a frente. A história do jogo não chega a prender os jogadores e não posso dizer que tenha ficado apaixonado por alguma personagem do jogo que me tenha marcado de alguma forma.

 

Gráficos...

Devo dizer que Anthem está muito bonito, é um jogo formidável e que tem uns ambientes incríveis algo que já não via há algum tempo em jogos deste género.  Cenários são muito bonitos e cheios de natureza que acabam por isso que ser a experiência, por momentos fez-me relembrar o filme Avatar.

Os cenários do jogo são bastante em  amplos possibilitando uma exploração mais alargada sobre todo o cenário.  A possibilidade de sobreviver todo o mapa sem haver aquele compromisso das missões é bastante divertido.

Antem conta com excelentes que cutcenes e a nível gráfico encontra-se muito bem concebido.  Infelizmente com algumas horas do jogo iremos perceber que a produtora tomou atenção em certas partes gráficas do jogo mas depois temos outras que estã jogo bue dao simplesmente medianas.   Com isto não quer dizer que o jogo a nível gráfico possa ser considerado  mediano, pelo contrário no seu conjunto está muito bem feito.

 

Jogabilidade...

A  jogabilidades de Anthem está muito bem conseguida. Um dos pontos da jogabilidade que mais gostei foi o sistema de voo,  o jogo da-nos uma incrível liberdade de exploração aérea o que nos permite deslocar muito mais facilmente pelo mapa e chegar a certos pontos mais rapidamente. O sistema de voo foi muito bem implementado tendo em conta que não é um sistema infinito.

A nossa armadura é chamada de "lança", e devemos cuidar dela para que tudo funcione corretamente. E e relação ao sistema de vôo a lança é muito importante, pois quando sofre sobreaquecimento o sistema de vôo (e não só) deixa de funcionar e a nossa personagem entra numa queda que pode causar dano. Assim sendo devemos aproveitar todos os recursos dos cenários para poder resfriar a lança, quando a nossa lança estiver quase no limite do sobreaquecimento, se nós passarmos por baixo de uma cachoeira ou se mergulharmos dentro de um rio a nossa lança será totalmente resfriada e podemos assim continuar o voo.

O sistema de voo e o facto de podermos planar e observar o ambiente à nossa volta da-nos certas vantagens sobre os inimigos.  Estas vantagens acontecem pelo fato de podermos usar o nosso armamento em quanto planamos, mas devemos ter em atenção o aquecimento da lança ou podemos ficar em maus lençóis.

Existem 4 tipos de lança, a primeira, aquela que nós vamos usar logo no início do jogo é o Ranger e é certamente a lança de mais fácil adaptação e com os ataques e defesas mais equilibrados.  Temos o Colossus que é a lança tanque para aqueles que gostam de personagens pesadas com muitas resistência e um foco no combate à curta distância.

Temos a Storm que poderá não ser a melhor lança, ou pelo menos pode não ser a lança mais fácil de controlar.  E por fim temos o Interceptor para podermos usar armas de longo alcance como as armas de Sniper.  A personagem interceptor acaba por ser uma das mais aliciante porque ela é bastante ágil e faz bastante acrobacias que são bastante chamativas.  A defesa desta personagem é um pouco fraca mas a habilidade acaba por compensar principalmente quando temos que nos afastar do caos e recuperar a vida.

Existem várias modificações para estas personagens estas  modificações podem ser encontradas em qualquer lugar e  podem ir desde modificações estéticas até as modificações de armas, granadas e mísseis.

Uma coisa do jogo que não entendo de forma alguma é… “porque raios não posso correr em Anthem?”. A resposta da produtora foi que é possível correr no jogo, nãs esqueceram-se de avisar que correr é só mais rápido do que andar cerca de 5%... Ou seja, iremos fazer os movimentos de correr mas como se estivéssemos em marcha acelerada.

 

Online...

Este jogo tem que estar sempre online não é algo de novo mas é algo que não agrada aos jogadores. Este não é o único jogo a usar este sistema e ertamente não será o último. Existem excelentes títulos com este sistema onde as pessoas têm que estar sempre ligadas à internet.

As quedas de conexão do jogo já não são tão frequentes como aconteciam na DEMO, infelizmente ainda acontecem mas já não são tão frequentes.  Um dos grandes problemas é o balanceamento das equipas, o que adianta estamos sempre online se quando temos que ter colegas de equipa e o sistema tem de escolher mais 3 parceiros de jogo e estes raramente têm um nivel de personagem idêntico ao nosso?  Foram várias as vezes que encontrei teams onde os jogadores tinham um nível demasiado alto em relação ao meu e eu não causava qualquer tipo de dano aos inimigos ou então um nível demasiado baixo onde eu ficava basicamente sozinho a limpar hordas e hordas de inimigos.

 

Menos bom...

Este jogo tem muita coisa positiva mas infelizmente tem também muitas decepções.  Infelizmente a Beta de Anthem tinha bastantes problemas a ser resolvidos e que infelizmente após o lançamento da versão definitiva esses erros continuam por resolver.

Infelizmente é fácil perceber que o jogo é mais pesado do que deveria ser, e para tentar resolver esses problemas a produtora acabou por prescindir da qualidade gráfica para poder manter os frame rates mais altos e estáveis,  o que na nossa opinião tem um erro.

Recentemente acabou por provar que o jogo é demasiado pesado e infelizmente este mesmo jogo está a bloquear algumas consolas da PlayStation 4.  A EA Games já está a pedir ajuda para que tentar perceber o que está a passar com esses bloqueios que alguns jogadores de sofrer na PlayStation 4.

Outro dos grandes problemas de ontem na altura da Beta eram os loadings infinitos, esse problema acabou por melhorar mas muitos dos loadings ainda continuo a ser demasiado extensos.

Em relação aos nossos inimigos só podemos dizer que eles são pouco desafiadores a variedade é desanimadora e os inimigos não tem qualquer tipo de personalidade.

A variedade de inimigos chega a ser uma desilusão, os inimigos estão divididos em poucas classes e é muito fácil derrotar esses inimigos. Mesmo no que toca aos Bosses, esses não são muito mais fortes, apenas têm a barra de vida maior e são um pouco mais resistentes.

 

Conclusão…

Infelizmente, acredito que a EA Games acabou por fazer grandes ondas em relação a Anthem e que depois entregou aos jogadores um jogo que desiludiu a grande maioria.

Não é que o jogo seja mau, ele simplesmente precisava de algo mais e pode ter sido lançado numa altura em que as atenções estavam viradas para outro jogo, como é o caso de APEX Legends que foi lançado na mesma altura e que roubou as atenções de quase todos os jogos que saíram para o mercado nessa altura.

O jogo tem uns gráficos bonitos mas infelizmente não é o suficiente para safar o jogo e assim sendo acaba por trazer o jogo para um patamar mediano.

Mesmo assim este é um jogo que pode agradar a muita gente, principalmente aos amantes do estilo RPG.

Acredito que o jogo ainda terá varias actualizações que irão resolver alguns problemas do jogo e que vão dar a Anthem o polimento que ele tanto merece.

Anthem até tem potencial e acredito terminantemente que Anthem foi vítima de um lançamento precoce.

De qualquer das formas, ainda é possível ter algumas horas de diversão, pelo menos até que a monotonia se instale. O ideal é ir jogando este jogo aos poucos, acho que é a forma mais sensata de os jogadores não sentirem dada do que eu descrevi acima.

 

Nota:7/10

 

Positivo…   Negativo…
Gráficos impressionantes.   História desinteressante.
Voar é incrivel.   Correr é uma ilusáo.