Para os que já me conhecem e conhecem o meu trabalho, eu sou um grande fã da PlayStation, e ter uma marca de alto calibre aliada a um hardware que nos vai dar uma maior imersão dentro dos jogos que mais amamos é algo que me aquece o coração.

Quando a Razer me avisou que me tinha enviado o Razer Thesher para a PS4 eu fiquei logo em pulgas para testar este menino. As espectativas eram bem altas, tendo sempre em conta a marca que ia testar, e não me dececionei.

Só posso dizer que os Razer Thesher Ultimate for PS4 são uma besta no que toca a headphones, rivalizam diretamente com os Astro A50 Wireless.

O que mais gosta nos Razer Thesher Ultimate for PS4 é o design elegante, som poderoso e a fácil configuração seja para PS4 ou para PC.

Os Razer Thesher Ultimate são muito confortáveis, mesmo em usos prolongados, apesar de achar que estes headphones são um pouco frágeis, isso acaba por cair por terra após vários testes de resistência.

Normalmente este tipo de headphones são frágeis, eles quebram facilmente nas suas pontes devido a quedas ou pequenas fissuras de pressão que com o tempo abrem e deixam os headphones danificados.

Felizmente os Razer Thesher Ultimate são imunes a este tipo de situações. É claro que estes headphones têm as suas fraquezas, principalmente na zona das dobradiças, mas essa zona foi reforçada com aço de forma a ser mais resistente e não causar problemas como outros headphones do mesmo género a venda no mercado.

Sei bem que o tamanho de um artigo destes interessa e muito, e quanto maior for o tamanho maior será também o peso, mas felizmente isso não é o que acontece com os Razer Thesher Ultimate. Estes headphones têm um tamanho grande, mas pesam somente 408gr, um peso bem reduzido que não será sentido no pescoço após várias horas de uso.

As proteções de orelhas foram almofadadas com uma espuma acolchoada numa imitação de couro que por sinal é bem confortável.

No final de tudo, estes headphones não fazem o seu trabalho sozinhos, necessitam de um transmissor que extrai a informação do áudio da consola e o reproduz de forma a conseguirmos ouvir nos headphones através de wireless.

 

O transmissor wireless precisa de energia para transmitir o som, e essa energia é extraída do dispositivo a que está ligado. No caso da PS4 estamos a falar de uma porta USB que fica ocupada com este dispositivo. Felizmente, se usa as portas USB para carregar os controladores, podemos dar uma boa notícia, o transmissor tem numa porta USB extra que permite carregar um dispositivo (headphones, controlador, telemóvel, tablet, etc).

Ainda dentro da caixa dos Razer Thesher Ultimate, temos um suporte para os headphones. Este encaixa perfeitamente no transmissor e permite ter os headphones num local seguro e acessível.

Na minha opinião, o suporte parece frágil, mas tenho dado o uso diário e esse suporte e pareceu-me sempre muito bem e sem qualquer tipo de dano aparente.

Pena o suporte não oferecer um carregamento sem fio, significa isso que de vez em quando o utilizador tem de se lembrar de colocar os headphones na carga para poder continuar a usar os mesmos sem problemas.

 

Desempenho do áudio…

No uso que foi dado aos Razer Thesher Ultimate, tive um áudio muito limpo tanto em jogos como em música. Infelizmente não conseguimos outras opções de ligação como Bluetooth ou por meio de um conector de 3,5mm. Neste ponto a Razer é muito clara, o Razer Thesher Ultimate é uma máquina brutal que deve ser usada somente para jogos.

Esta declaração pode parecer muito limitadora e pode fazer muitos se afastarem da sua compra, mas se ouvirem a qualidade de som, vão perceber bem o que a Razer quer dizer com isto, felizmente também podem ser ligados ao PC permitindo aos jogadores usufruir de outras coisas como filmes, series e música.

Para aumentar e diminuir o volume a Razer projetou uma espécie de scrol por baixo do habitáculo do auricular direito. Não é de todo a melhor solução, mas acaba por ser uma questão de habito. Para aumentar e diminuir o som do microfone temos o mesmo sistema, mas do habitáculo esquerdo, com a vantagem de que podemos apertar esse scroll e desligamos o microfone.

Não aprofundando muito em especificações técnicas, os Razer Thesher Ultimate suportam o Dobly Áudio com uma configuração virtual de 7.1. Por esse motivo é que os headphones têm um som tão limpo e nos permite ouvir tudo o que se passa ao nosso redor como inimigos a aproximarem-se, tudo isto por causa da excelente separação do áudio do som direcional que nos permitiu saber com uma certa exatidão de onde vêm os sons.

Mas os Razer Thesher Ultimate têm uma desvantagem, como eles são uns headphones de uma marca que não a PlayStation, estes headphones não trabalham com uma tecnologia do primeiro fabricante. Neste caso, a Sony usa um codec chamado 3D áudio que só está disponível nos headphones e fones de ouvido da marca que se encaixam entre os fones e headphones com som Surround baseado em canal e em objeto. Significa isto que a Razer não tem nem terá acesso a esse codec nem beneficiará dessa tecnologia.

 

Desempenho microfone…

Quando falamos das especificações dos headphones Razer Thesher Ultimate, temos logo uma referência do microfone de -38Db e 1KHz com uma resposta de frequência de 100-10,000Hz. Parece muito bem, mas sabe ainda melhor o resultado obtido por este microfone.

As pessoas com que falei em chat e em jogos online disseram ser um microfone com um som alto e muito limpo. Não foi detetada qualquer falha no som e raramente se ouviam ruídos para alem da minha voz, mesmo quando havia barulhos adicionais.

Como eu queria comprovar o que me estavam a dizer (e peço desculpa a redação), pedi que outros usassem estes headphones enquanto jogavam comigo, e é bem verdade, a qualidade e clareza do som é incrível e dá gosto jogar com esta qualidade (se existe algo que me enerva é chat com pessoal que faz eco ou tem muito ruido).

Muitos se queixam do facto de os Razer Thesher Ultimate não terem a capacidade de monitoramento, ou seja, a capacidade de se ouvir a si próprio e ajustar o áudio. Pessoalmente agradeço que estes fones não tenham essa opção, detesto ouvir-me a mim próprio enquanto jogo.

 

Desempenho bateria…

Este é um ponto bastante importante, afinal de contas dependemos da bateria para dar o devido uso a estes incríveis headphones. Eu diria, pelos testes que foram feitos, que os Razer Thesher Ultimate têm um tempo útil de utilização de bateria de cerca de 16 horas. É certo que com o uso e as cargas da bateria este tempo acabará por diminuir, mas mesmo assim creio que 12 a 14 horas será um tempo bem interessante até para os jogadores que passam varias horas em frente a consola.

 

Conclusão…

Para cerca de 90% dos jogadores, os Razer Thesher Ultimate são uma opção muito cara, e é verdade. Mas os outros 10% dizem ser um investimento a longo prazo, são uns headphones com uma qualidade incrível e com um isolamento de ruído fora de serie, são pouquíssimos os headphones que se podem equiparar aos Razer Thesher Ultimate.

Temos de ter em atenção que os Razer Thesher Ultimate são uma opção Premium para quem procura obter um áudio sem fio para a sua consola e para o seu PC e que tem um preço equivalente à sua qualidade.

Para alem da edição Ultimate também existe a edição Padrão que vem com um single USB em vez do Stand Premium e tem uma conectividade de 2,4GHz. Digamos que é um pacote muito idêntico, mas um pouco mais barato. O preço desta versão é de 288€ na Fnac e apesar do seu preço um pouco amargo possa garantir que vale cada centimo.

Para concluir, só podemos dizer coisas boas em relação aos Razer Thesher Ultimate, são robustos (apesar de não parecerem), qualidade de som incrível, som do microfone limpo e alto, stand e emissor wireless com design ótimo. Não temos aspetos negativos que saltem a vista. Assim sendo temos de aconselhar a todos estes headphones pelo excelente desempenho, apesar de o preço ser um pouco amargo. Mas temos de pensar no preço como um investimento a longo prazo.

 

Nota: 10/10

 

Positivo…

Qualidade de sim incrível.

Setup simples, mas bonito.

Bateria duradoura.

Muito confortáveis.

 

Negativo…

Sem ligação 3.5mm.

Sem Bluetooth.