Boas pessoal esta é a review do jogo The Division 2. ,  muitos foram os que me perguntaram onde estava a review do jogo The Division 2 muitos dos que me seguem sabem que eu sou um fã da série e queriam saber qual a minha opinião.  Eu não poderia simplesmente deixar que o jogo saísse julgava 1:00 e depois lançava a review isso seria um erro gigantesco tendo em conta a dimensão do jogo.

Assim sendo e com mais de 40 horas de jogo vou então lançar a minha review dando a opinião que tenho deste jogo tal como se encontra neste momento.
História...
Para quem seguiu o jogo The Division sábado que a anterior história se passou em Manhattan,  o ataque químico fez com que mande Ratão ficasse debaixo do Caos Onde foi necessário ativar a divisão de forma a tentar recuperar Manhattan e repor a lei.
Desta vez encontramo-nos em Washington DC,  e tudo nos diz que se Washington DC cair, todos os Estados Unidos vão cair junto.
Washington DC está à beira do colapso e tudo indica que um Golpe de Estado se aproxima. A anarquia e instabilidade ameaçam a sociedade e só com a ajuda dos Agentes da Divisão a cidade pode ser salva evitando assim o caos.
Nós somo um membro ativo da Divisão, um grupo altamente treinado formado por agentes civis que são a ultima esperança.

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

Pessoal sejam muito bem-vindos a review the Days Gone. Days Gone tem sido um dos jogos mais esperados deste ano, ele é um exclusivo da PlayStation 4.
Em Days Gone nós vamos encarnar a personagem Deacon que é um motociclista e ccaçador de recompensas. Esta personagem não quer ser um herói, pelo contrário ele busca simplesmente sobreviver mais um dia e é sobre o lema "fins justificam os meios" que esta personagem vive a fim de fazer qualquer coisa para se manter vivo.

História...
A história do jogo acontece dois anos após um terrível e misterioso vírus ter infetado todo o mundo, os humanos e os animais quando são infectados por este vírus começam a ter comportamentos bastante agressivos. Quando o caos acontece o ser humano entra em modo sobrevivência onde as regras e as leis deixam de existir, os amigos viram inimigos e acabam por ser criadas facções que acabam por se sobrepor a governos e instituições que possam garantir a nossa segurança.
Deacon é um personagem duro mas que se recusa a deixar o passado lá atrás e acaba por se tornar uma pessoa bastante amarga mas com esperança no futuro.

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

Bow to Blood foi lançado no final de 2018 para a PS VR e incentivava os jogadores a entrar no mundo dos piratas do céu que disputavam a glória numa especie de programa de TV ao estilo de "Hunger Games". Após 6 meses de ter o jogo no mercado VR, a produtora faz chegar até aos jogadores uma versão fora do mundo VR que tem como nome Last Captain Standing.

Bow to Blood: Last Captain Standing acabou por surpreender os jogadores pela positiva por causa da interacção entre as personagens e  pela sua história. A história do jogo é bem simples, nós somos um dos concorrentes de um programa de TV onde cada um de nós é um capitão de um navio voador. Neste programa teremos de eliminar um "lion" por dia de forma a não ser eliminado pelo tão temido Culling.

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

NieR: Automata já foi lançado em 2017, dois anos depois é lançada a versão a YoRHa Edition que contém todo o conteúdo incluindo o DLC, skins para o Pós e os mais variados acessórios.

O anúncio desta versão do jogo acontece em 2018 anunciado no Twitter pelo Yoko Taro, diretor de NieR: Automata.

Lembro-me que no jogo original era preciso alcançar um nível específico para ver os finais C e D com outros personagens e completar determinadas missões secundárias para entrar na arena. Mas em YoRHa Edition recebemos de imediato um email com as coordenadas e um update da missão mostrando os locais no mapa.

NieR: Automata conta com 26 finais, algo que não é habitual num jogo. Lembro-me que um dos finais é eliminar o save do jogo que acabamos de jogar.

Quem adquirir a YoRHa Edition poderá usar o save do jogo original, algo que é uma vantagem para os jogadores que jogaram o primeiro título.

NieR: Automata é um jogo incrível e temo que a edição especial não traga o suficiente em comparação com o conteúdo original.

Conclusão…

NieR: Automata é um jogo muito bom com uma história marcante e muitos colecionáveis para encontrar. Os 26 finais são uma das curiosidades do jogo e muitos tentam ainda obter todos os finais para conseguires ficar realizados enquanto jogadores.

Mas a versão GOTY do jogo não traz muito conteúdo, apenas o conteúdo original e a DLC o que pode não ser um grande incentivo para quem vai comprar esta versão do jogo.

 

 

Nota: 9/10

 

Positivo…   Negativo…
História.   GOTY vazio de conteúdo.
DLC desafiante.    
Colecionáveis variados.    
     

 

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

Se tivesse de descrever o jogo Human: Fall Flat, eu diria que é um jogo sobre física, todos os movimentos e ações presentes no joga têm a ver com física.

O jogo está recheado de quebra-cabeças, e todos eles são bastante diversificados no que toca a sua dificuldade, tanto estamos num quebra cabeças simples e intuitivo (como carregar num botão para abrir uma porta), como de seguida estamos num quebra cabeças que nos vai moer o juízo (como arrastar várias coisas para certas zonas diferentes por caminhos não muito claros ou retirar objetos da frente de caminhos que estão um pouco encobertos).

Gráficos…

Os gráficos não são de ultima geração, mas a ideia com que eu fico é que essa também não era a intenção. O nosso personagem é bastante desajeitado e acho que isso acaba por ser bom para o jogo pois torna-o hilariante.

Enquanto me deslocava pelos cenários acabei por me aperceber que a forma como a personagem se movimenta faz lembrar o personagem Octodad, personagem de um outro jogo também bastante hilariante. Os gráficos descontraídos são um ponto positivo e acabam por ser muito bem conseguidos.

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

Já passaram cerca de 10 anos desde o lançamento de Devil May Cry 4, e os fãs estavam a espera que um novo jogo com linhagem direta chega-se ao mercado. Só isso poderia explicar muitas das ideias que ficaram no ar nessa altura e so um "Devil May Cry 5" poderia responder a muitas questões dos fãs.

Devil May Cry 5 mantem a mesma formula que conhecemos dos jogos anteriores o que acaba por deixar os jogadores mais familiarizados com a estrotura do jogo.

 O jogo...

Devil May Cry 5 coloca os jogadores no meio de uma nova invasão de inimigos vindos do centro do inferno diretamente para a Terra. Já se passaram 10 anos desde a derrota da ordem dos Cavaleiros Sagrados que idolatravam o demônio de Sparta, mas também foi nessa altura que tivemos o nosso primeiro contacto com Nero.

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

Boas pessoal eu superplayer estou aqui a fazer vídeo de Anthem.  Inicialmente Este jogo não pareceu ser uma boa ideia por parte da EA Games eu tive acesso a Beta e de tudo o que experimentar muito me parecia errado. Um dos pontos mais críticos seriam os loadings exagerados que nos faziam esperar por vezes 4 a 5 minutos por uma partida.

Esperei então o lançamento do jogo para poder fazer então uma ideia mais concreta e ver o que a EA Games corrigiu até ao lançamento.

Devo ressalvar o facto de este jogo ser tão parecido com Destiny 2, quem vir este jogo,  inevitavelmente vai lembrar-se de Destiny 2 e não é para menos. A nível gráfico e a nível de jogabilidade os jogos são muito similares, apesar de ter algo que gostaria bastante de ver no jogo Destiny 2 estou a referir-me à vista em terceira pessoa.  Mas não estou aqui para falar de Destiny 2 mas sim do jogo Anthem da EA games.

A história do jogo chega a ser bem preguiçosa e não elaboram muito toda a trama do jogo. Os diálogos são muito aborrecidos e os jogadores podem ficar tentados a passar algumas cinemáticas a frente. A história do jogo não chega a prender os jogadores e não posso dizer que tenha ficado apaixonado por alguma personagem do jogo que me tenha marcado de alguma forma.

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

A Sony é conhecida pelos seus exclusivos de grande qualidade e o seu passado tem jogos como The Last of Us, Horizon Zero Dawn, Detroit: Become Human e muitos mais. Desta vez temos o jogo Days Gone que chegará as consolas a 26 de Abril de 2019 e que promete ser mais um jogo de extrema qualidade.

No decorrer do mês de Fevereiro a nossa equipa foi convidada para testar o jogo, digamos que foi um hands-on que durou quase 2 horas e que deu para ver muita coisa. Este teste foi feito em conjunto com o meu amigo e streamer "TozeMassas" e na nossa opinião é que teremos aqui um jogo muito mas muito top.

Vamos tentar falar um pouco sobre o jogo mas sem tocar em pontos sensíveis, afinal de contas não queremos falar de nada que possa comprometer a vossa experiência no decorrer da história.

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

Muitos são os que me têm pedido a review do jogo Resident Evil 2 Remastered.  Assim sendo não me sobra muitas opções e aqui vai a review the Resident Evil 2.

Resident Evil foi um dos jogos que se tornou um marco na história dos videojogos de survival horror.  Este jogo foi um dos que mais aterrorizantes foi na época em que foi lançado por que tinha recursos bastante limitados (armas e munições) o que fazia com que por vezes fossemos obrigados a fugir criando assim uma estratégia para poder avançar no jogo.  O ambiente do jogo era bastante tenso a banda sonora bastante pesada e a nível gráfico o jogo era bastante cinematográfico.  Um dos melhores jogos da série e por isso teve agora direito a um remastered.

Antes de avançar com esta review devo dizer que este é um Remake que teve um enorme respeito pelo título original. É um trabalho com uma enorme qualidade gráfica, com um enorme qualidade de som e sem dúvida continua a deixar-nos bem angustiados a cada segundo dentro do jogo.

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive

Red Dead Redemption 2 chegou ao mercado e as espectativas eram muito altas, espectativas tão altas que poderiam não ser alcançadas.

Red Dead Redemption 2 é o primeiro trabalho feito depois do grandioso GTA V, ou seja, já não lançavam nenhum jogo novo a 5 anos. O jogo Red Dead Redemption 2 levou 8 anos a ser produzido e posso desde já dizer que foram 8 anos que acabaram numa aventura incrível pelo velho Oeste.

Este novo título da RockStars envontra-se disponível apenas para PS4 e Xbox One e será lançado mais tarde para o PC tal como aconteceu com o GTA V.

O jogo…

O novo título de Red Dead Redemption 2 passa-se no ano 1899 e coloca o jogador na pele de Arthur Morgan. Este período do Velho Oeste é conhecido como o inicio do declínio do Velho Oeste americano.

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
Voltar ao Topo
JSN Metro 2 is designed by JoomlaShine.com | powered by JSN Sun Framework