Disney Epic Mickey 2
Editor rating
6.5
User rate
7.5
Global vote
7.0
Vote you too:
N/A
Release: 18-11-12
Price: € 51.99

Disney Epic Mickey 2

Genres: PLATAFORMAS, AVENTURA Producer: Disney
  • Production: Disney
  • Release date: 18-11-12
  • Recommended age: 7 years

A primeira versão de Epic Mickey nasceu exclusivamente para a Nintendo Wii, e chamou a atenção pelo estilo de jogo que oferecia, onde Mickey, munido de um pincel tinha liberdade para colorir e construir Wasteland. Agora chega ao mercado Epic Mickey 2: The Power of Two, desta vez, com o objectivo de alcançar diversos jogadores em diversas plataformas.

A proposta central de Epic Mickey 2: The Power of Two é adicionar um segundo jogador, que de forma cooperativa vai ajudar Mickey à avançar no jogo. Esse segundo jogador é o coelho Oswald, que ao lado de Mickey vai enfrentar diversas aventuras. O que se torna muito estranho visto Oswald ser o inimigo de Mickey no anterior jogo. O jogo gira em torno desses dois personagens que vão explorar Wasteland, mas agora de forma tridimensional.

Wasteland permite aos jogadores explorem o local de uma forma muito mais divertida e mostra cenários bem elaborados e coloridos. Mickey ainda continua com o seu pincel, podendo realizar diversas transformações por onde passa, seja pintando locais apagados ou apagando objectos pelo caminho e, juntamente com Oswald devem descobrir o que está a causar uma série de terremotos que está a destruir Wasteland.

Wasteland possui diversas localizações e locais que oferecem os mais diversos desafios, como também está repleta de objectos secretos espalhados pelos caminhos. No entanto, como agora temos um cenário relativamente grande, por vezes podemos ficar desorientados em determinados, não sabendo ao certo se estamos no caminho certo ou não. Temos um mapa a nossa disposição, mas não facilita muito as coisas.

Epic Mickey 2: The Power of Two para além de cenários coloridos oferece uma trilha sonora bem variada com belos momentos musicais, mas o que realmente temos como novidade é o trabalho em conjunto entre Mickey e Oswald, acrescentando resultados “interessantes”. Não importa a forma como o jogador vai jogar, seja sozinho ou com um amigo (que pode entrar na aventura quando bem desejar) a cooperação é obrigatória.

Podemos dizer que existe um pouco de dificuldade com a cooperação e também com o manuseio da câmara, principalmente durante os bosses que aparecem em cada nível que obrigam o jogador a fazer movimentos mais precisos, que por vezes não se tornam possíveis utilizando um controlo tradicional - a versão para a PS3, por exemplo, permite a utilização do PS Move facilitando muito as coisas em relação a isso.

Como se não bastasse a dificuldade para controlarmos a câmara, Oswald pode ser outro problema se o jogador optar pela inteligência artificial do jogo ao invés de um amigo. Em algumas batalhas contra os bosses de cada nível, que necessitam de um trabalho em equipa, podemos ficar mal com Oswald, o mesmo mostra-se desorientado e acaba mesmo por ficar preso em alguns locais do cenário, consequentemente podemos ter de repetir o jogo por diversas vezes. Se tivermos a possibilidade de jogarmos com um amigo ao nosso lado, as coisas podem fluir de forma mais natural, onde podemos solicitar com mais tranquilidade o trabalho de Oswald para nos ajudar a acionar algum dispositivo pelo cenário.

Tivemos alguns problemas com o modo cooperativo obrigatório que por diversas vezes atrapalharam a experiência em determinados locais do jogo. Na verdade, é uma pena, pois um jogo desta proporção deveria ter tido mais atenção em relação ao modo cooperado para evitar esses contratempos. Acredito que um modo cooperado um pouco mais trabalhado com certeza, teria feito a diferença no final.

Oswald não é uma "pedra no sapato" por muito que pareça. Em muitos momentos ele acaba por ser muito útil e mostra que o sistema cooperado é uma atracção nos jogos de hoje e, é uma adição bem vinda em Epic Mickey 2: The Power of Two. Mas em alguns momentos ele prova que Mickey se poderia desenrascar muito bem sozinho.

Mas nem tudo está perdido em Epic Mickey 2: The Power of Two. Os níveis ao bom e velho estilo de plataforma estão de volta, e aparecem quando Mickey e Oswald se locomovem para chegar a um outro local, levando a dupla por níveis a preto e branco com objectos coleccionáveis que se destacam como os únicos objectos coloridos. O jogo também oferece ao jogador alguns quebra-cabeças, onde a realização deles permite que o jogo avance ou desbloqueie novas áreas, até então inacessíveis.

O primeiro Epic Mickey mostrou todo seu potencial quando chegou ao Wii e o seu sucesso aumentou o interesse da produtora em buscar novos horizontes. Contudo, levar Epic Mickey 2: The Power of Two para outras plataformas não acrescentou nada ao jogo. O objectivo de alcançar novos jogadores foi a maior pretensão, mas esqueceram-se do principal, o de se preocuparem com os problemas de câmara, sistema de controlo sem precisão e o mais importante, implantar um sistema cooperado obrigatório que possa ajudar o jogador ao invés de atrapalhar.

Acredito que por esses motivos é que temos observado que Epic Mickey 2: The Power of Two não tenha caído nas graças dos jogadores como aconteceu com a primeira versão, fazendo com que o jogo obtenha vendas fracas e não seja na verdade tão “Epic” assim. O jogo distribuído pela NC Games já está disponível no mercado e possui a opção de legendas em português.

 

Read the review »

Media gallery
Images and videos
1
1
      Sobre Nós       Jobs       Acordo de Privacidade       Estatuto Editorial