Distrust
Editor rating
7.0
User rate
7.0
Global vote
7.0
Vote you too:
N/A
Release: 23/8/2017
Price: € 11.99

Distrust

Genres: AVENTURA, ESTRATÉGIA Producer: Cheerdealers
PC
  • Production: Cheerdealers
  • Release date: 23/8/2017
  • Recommended age: 18 years

Para mim foi uma novidade grande quando este jogo me chegou as mão,  principalmente porque eu nunca tinha ouvido falar do mesmo.

Este jogo foi inspirado em “The Thing” de John Carpenter,  a sua tradução seria algo como “Desconfiança.

Assim que iniciamos este jogo é carregado um tutorial, a comparação imediata foi para Fallout. Não são os grandes títulos de AAA dos últimos anos, mas sim os jogos de Fallout de antigamente, ostentando um ponto de vista isométrico que se presta a uma exploração mais aprofundada do que o próprio lado. Ainda melhor, você pode girar a câmara para obter uma visão melhor dos arredores de cada um dos seus exploradores.

 

Em Distrust, o jogador toma o controlo de um pequeno grupo de sobreviventes polares.

Encalhado perto de uma base misteriosa num lugar qualquer em pleno Ártico devido a um acidente de helicóptero, o jogador começa o jogo com dois sobreviventes, escolhidos de um grupo de três. O jogador pode descobrir mais personagens ao desbloquear conquistas, os personagens que recebemos no início possuem uma variedade de habilidades úteis para começar a aprender o jogo.

 

Cada personagem possui estatísticas diferentes e um traço individual que os diferencia uns dos outros. Por exemplo, a Irma precisa de menos comida do que os outros sobreviventes, James pode resistir melhor ao frio e a Olaf vem equipada com uma vasilha de gás completa para alimentar geradores. Os personagens desbloqueáveis ​​continuam a tendência, incluindo Mary the cook e Casper o handyman. É uma maneira interessante de tornar cada jogo único, especialmente quando o jogador desbloqueia a slot do terceiro membro da equipa.

 

Adorei este jogo, é bastante estratégico e temos de pensar bem que elementos queremos na nossa equipa, cada um dele pode fazer a diferença . A comida é uma mercadoria relativamente escassa na base do Árctico, embora muitas vezes acabe por ter um duplo propósito. Uma lata cozida de sopa, por exemplo, não só enche a barriga dos exploradores, mas também as aquece, enquanto uma barra de proteína ajuda a evitar o inimigo real: dormir. Quando algum personagem se deita para uma soneca, uma necessidade para recuperar seu vigor, há uma oportunidade de um dos únicos inimigos físicos do jogo gerar: uma anomalia.

 

As anomalias são estranhas, massas alienígenas de energia pura e o motivo da própria existência da base. Os cientistas da base polar estavam aparentemente a estudar as anomalias antes do seu misterioso desaparecimento, o jogador vai encontrar notas detalhando os diferentes tipos de Anomalias, bem como suas características e fraquezas. Uma anomalia aparecerá se um explorador adormecer durante muito tempo, eles podem ser mortos, eles danificam constantemente os exploradores se ficarem muito próximos.

 

Aprender sobre as anomalias é importante e também muito difícil. Embora “Distrust” não seja um jogo muito desonesto, ele tem essa qualidade de rogue, o que significa que vão ser necessárias várias tentativas para terminar o jogo. Além disso, há duas dificuldades, o modo Aventura mais fácil e o modo Desafio completo, que é a experiência mais difícil, mas mais agradável. Na verdade, há um final secreto que só pode ser desbloqueado no modo Desafio, portanto, os personagens extras, só podem ser alcançados na configuração de dificuldade mais difícil.

 

Explorar o máximo possível, mantendo as suas estatísticas difíceis, especialmente quando atravessamos as seis zonas do jogo, geradas aleatoriamente toda vez que o jogador joga. À medida que os recursos começam a acabar, o jogador enfrenta escolhas difíceis. Pode gastar o tempo parado na nevasca a procura da chave certa para abrir a porta? Ou vale a pena abrir a porta com um pé-de-cabra, mesmo que isso retire o calor de todo o edifício? Tomar decisões como estas são suficientes para enlouquecer, e olhem que podem mesmo elouquecer.

Existem várias loucuras que podem afligir os nossos sobreviventes, da Glutonaria, onde os seus exploradores sentirão uma fome insaciável, alucinação, fazendo com que seus sobreviventes vejam inimigos e ameaças que não existam. Quando tudo é muito difícil de gerenciar uma equipa de exploradores, há até a opção de abandonar os seus aliados e avançar com apenas um único explorador. Mais fácil de manter um único sobrevivente alimentado e quente, mas o enorme custo na utilidade torna uma escolha difícil.

 

E, na verdade, “Distrust” é tudo sobre escolhas difíceis. Não é necessariamente sobre lutar contra uma ameaça alienígena, mas uma luta constante para sobreviver enquanto evita a fome, a exaustão e a congelação. Os exploradores podem entrar em coma se eles se afligirem por muito tempo, já para não mencionar os atos aleatórios que podem tornar o jogo mais difícil, como um sobrevivente cortando a mão numa caixa ou tendo uma intoxicação alimentar de uma refeição despreparada. Embora seja possível recuperar-se de todas essas aflições, como um injeção de adrenalina para o coração pode até trazer um sobrevivente de volta a “Distrust”. Os recursos desaparecem lentamente tornando difícil a nossa sobrevivência e é isso que torna este jogo tão eficaz.

Lentamente aprendemos o suficiente sobre as Anomalias para deixar de temer a sua aparência, mas a ameaça estará sempre presente, podemos morrer simplesmente por ficar sem recursos e isso tem de estar sempre presenta na tua mente.

“Distrust” é um jogo bastante interessante e que pode prender os jogadores durante varias horas. Tendo em conta que o jogo custa 11,99€ na Steam, vale a pena procurar este jogo, ele desafia-nos a sobreviver e a tentar que o máximo de sobreviventes se mantenham na nossa equipa.

 

Read the review »

Media gallery
Images and videos
01
01
      Sobre Nós       Jobs       Acordo de Privacidade       Estatuto Editorial