Kinect Sports: Season Two
Editor rating
8.5
User rate
6.3
Global vote
7.4
Vote you too:
N/A
Release: 28/11/11
Price: € 49.99

Kinect Sports: Season Two

Genres: DESPORTO Producer: Rare, BigPark Studios

Kinect Sports é um dos jogos mais bem sucedidos da primeira remessa de jogos para o Kinect, vendendo mais de três milhões de unidades. Passado um ano, temos uma segunda temporada com seis novos desportos e novas funcionalidades.
As escolhas desportivas para este ano recaíram sobre futebol americano, golfe, dardos, esqui, ténis e beisebol. Vamos então analisar melhor cada um deles e ver quais os pontos positivos e negativos de cada.

ksst1

Para o povo dos Estados Unidos da América, o futebol americano é claramente a modalidade desportiva a ter em conta mas, infelizmente, as coisas não correm da melhor maneira em pleno campo.
Para começar, e ao contrário do que se poderia esperar, só interagimos como atacantes no jogo.
O modo só permite que ataquemos e escolhamos as táticas a usar.
Caso não queiram escolher vocês mesmos como atacar, podem sempre pedir para o treinador fazer isso por vocês.
Mas vamos passar à prática.
Os movimentos base do desporto são atirar a bola e correr.
O atirar da bola para os companheiros funciona bem na sua generalidade mas, no que toca ao correr, aí é que as coisas ficam feias.
Ora se estamos com a bola em nossa posse, a ideia é corrermos o mais rápido possível de forma a chegar ao outro lado do campo e marcar ponto, nos termos usados no desporto em si, fazer um touchdown.
Ora o que impossibilita as coisas de correrem de melhor feição é que, por mais que façamos o movimento de correr, o boneco não parece reagir a mais ou a menos corrida, e mais ridículo ainda, é por mais que tentemos correr, somos sempre apanhados por super defesas, cheios de Red Bull nas veias.
Se ao início pensamos que é só uma ou outra vez, rapidamente nos apercebemos que os adversários andam a tomar certos comprimidos. Para piorar ainda mais, por mais que nos tentemos desviar dos adversários durante a corrida, simplesmente não conseguimos.
Ou seja, é correr para ser abalroado, a não ser que já estejamos muito próximo da linha final.
E pronto, basicamente o futebol americano resume-se a isto, atacar e tentar marcar em quatro jogadas, dividas por quatro partes.
Quando é a equipa adversária a atacar, ficamos a ver um quadro a ver como se compartam, nada mais.
Esperava mais deste desporto.

ksst2

A modalidade mais pacífica – o Golfe – é razoavelmente bem executada. Sabe bem dar umas tacadas valentes, ou mais cuidadosas, apesar de nunca chegarmos a ter noção de quanta força temos de fazer para ter a melhor pancada.
A força da pancada é medida conforme a rapidez do movimento dos nossos braços e também é possível colocarmo-nos mais para a direita ou para a esquerda, de forma a ajustarmos melhor o local para onde queremos que a bola vá.
No entanto, para quem tiver pouco espaço para jogar, as coisas podem sofrer algumas complicações nessas situações.
Antes de efetuarem a pancada, se colocarem o braço esquerdo no ar, no caso dos destros, é possível testar a pancada de várias formas a ver como se comportaria se a fizéssemos mesmo.
Se levantarmos o direito, ativa a opção para um vídeo sobre o campo em si até ao local do buraco.
Essencial para se ter uma melhor noção dos obstáculos pelo caminho.
Neste desporto, temos a hipótese de escolher uma partida com um, três ou nove buracos.
Esta última escolha torna-se um bocado longa e chata para quem não for apreciador da modalidade.

ksst3

Os Dardos sempre foram um desporto, ou modalidade, como queiram chamar, que nunca me despertaram interesse, pois nunca entendi bem como se processavam.
Apesar de já ter jogado várias vezes com amigos, nunca conseguiu puxar por mim o suficiente para ser um apreciador do jogo.

Ainda assim, foi com alguma espetativa que fui experimentar este desporto.
O jogo presente é o 501, onde temos que chegar a 0 o mais depressa possível, e antes do adversário.
Até aqui tudo bem, mas quando começarmos a jogar, fica tudo mal.
Este é o modo em que o Kinect tem mais dificuldades no reconhecimento do movimento.
Se parece que a seta vai acertar num sitio, pois acerta noutro ao lado ou ainda pior.
E quando parece que vai mal, acertar relativamente bem.
O jogo aconselha o sitio para onde devemos atirar, de forma a ganharmos rapidamente, mas mesmo assim, é complicado lutar contra um adversário mais certeiro que nós e um Kinect que mais parece um árbitro da liga portuguesa a puxar para um lado mais pesado.
Ou seja, a não ajudar em nada.
Como se um jogo de 501 já não pudesse durar algum tempo, uma partida envolve logo dois jogos, o que torna as coisas mais demoradas e penosas. O pior deste terceiro jogo.

ksst4

Mas passemos a um desporto mais movimentado e alegre, o ténis.
Aqui não existe problema no reconhecimento da câmara quanto aos nossos movimentos.
Mesmo que quase não nos mexamos, a bola acaba quase sempre por colidir connosco/raquete e ir parar ao outro lado.
O movimento do serviço funciona bem e as pancadas também, inclusive a pancada smash, aquela que vem no ar e nós damos-lhe com toda a força possível.
Todavia, é com alguma pena que não nos pudemos mexer no campo para frente e para trás.
Só dá para os lados, o que limita um bocado as coisas, num desporto muito mais movimento e cansativo do que possam pensar.
E falo por vários anos de experiência própria em ténis.
Ainda assim, é claramente um dos mais divertidos do título, e de facíl adaptação.

ksst5

Voltamos agora a outro dos desportos mais aclamados pelos norte-americanos, o qual se denomina de beisebol.
Mesmo ligar ao desporto, quem é que não gosta de tentar bater numa bola com um taco, ou algo que sirva para o mesmo efeito? Então e quando conseguimos acertar na bola?
Ainda melhor!
O primeiro jogo que joguei deste desporto foi já na velhinha Sega Saturn e, desde aí, sempre gostei de jogos desta modalidade desportiva.
Depois de perceber as regras, tudo se tornar mais simples e divertido. Neste desporto, jogamos com batedor e atirador.
Como batedor, as coisas correm bem, embora possa ser um bocado difícil ao inicio tentar acertar na bola, pois não temos qualquer tipo de ideia da forma como o taco vai no movimento.
Se por vezes, parece que estamos no caminho certo, quando chega a hora, depois não acertámos.
Porém, sempre que inclinei o meu corpo para a frente enquanto fazia o movimento da batida, as coisas correram bem e, em muitos casos, dava o famoso Home Run.
Para quem não sabe, é quando a bola vai para as bancadas ou até fora do estádio, saindo do alcance dos jogadores e somando automaticamente pontos para a equipa.
Como atirador, existem diversos movimentos possíveis, os quais atiram sempre a bola de maneira diferente.
O jogo até diz que tipo de lançamentos é que o batedor não gosta, e isso facilita a tarefa na hora de atirar.
Se o batedor acertar, só temos que fazer depois o movimento necessário com uma das mãos para tentar apanhar a bola.
Esta modalidade é bastante simples e divertida de se jogar, fazendo também parte das minhas favoritas nesta segunda temporada de Kinect Sports.

ksst6

Para finalizar, quem é que não gosta de neve?
Muita gente certamente, mas eu cá gosto bastante do inverno e da modalidade.
O Esqui está simplesmente genial e divertido. Neste desporto temos uma descida de montanha a alta velocidade onde temos de passar por entre as bandeiras, de forma a não sermos penalizados em segundos no tempo final.
Em termos de movimentos, não existe muito para fazer. Inclinarmos o corpo para o lado que queremos virar, ou em casos de curvas mais apertadas, colocar o pé necessário mais para o lado de forma a conseguir curvar.
Quando chegar a altura dos saltos temos que saltar na zona verde, de forma a fazermos um salto perfeito e o avatar não perder velocidade quando aterrar. Para dar mais velocidade, é inclinarmos o corpo para a frente, ou para baixo, e nota-se logo o disparar da rapidez.
Neste desporto o Kinect porta-se bastante bem, reconhecendo eficazmente todos os movimentos.
Existem três pistas para escolher, tornando as coisas mais diversificadas.
Para mim, o mais divertido sem qualquer sombra de dúvida.

ksst7

Para além dos seis novos desportos, outra das grandes novidades é o modo de jogo Desafio.
Neste, podemos enviar desafios aos nossos amigos e ver quem é que consegue fazer um melhor resultado.
Dá para fazer isso com todos os desportos, menos o futebol americano.
A ideia é criar uma competição entre amigos, sem que os mesmos precisem de estar a jogar ao mesmo tempo.
E depois, no menu deste modo, também é possível ver os resultados gerais relativamente a desafios com a pessoa X ou Y, e ver quem é que já ganhou mais, o que pode aumentar a rivalidade e tentar fazer sempre melhor.

ksst8

Visualmente temos sensivelmente o mesmo produto de há um ano atrás, apesar de achar que as coisas estão mais fluídas, nomeadamente até os nossos movimentos no ato de seleção nos menus.
Já que falo nisto, quem estiver com a consola em inglês, fique a saber que o jogo suporta reconhecimento de voz e podem navegar no menu só com a vossa voz.
Alguns desportos também têm essa opção, podendo no ténis contestarem uma bola na linha, ou dar o nome da tática no futebol americano.
A banda sonora do jogo tem músicas bastante conhecidas, capazes de animar a festa por várias horas e nos momentos de replay das nossas figuras gravadas pela câmara incorporada no Kinect.

ksst9

Kinect Sports: Season Two apesar de estar um bom jogo, não é um produto totalmente de cara lavada, apresentado um pouco mais do mesmo. Para além dos desportos em si, disponibiliza ainda mini-jogos relativamente a cada um deles, onde a diversão é garantida e oferece mais algumas horas de jogo.
Com algumas falhas no futebol americano e nos dardos, todos os outros quatro acabam por oferecer ótimas experiências de jogo e umas belas horas de divertimento, preferencialmente, na companhia de amigos.
Se gostaram do primeiro, então irão certamente gostar ainda mais desta segunda temporada.

      Sobre Nós       Jobs       Acordo de Privacidade       Estatuto Editorial