Warhammer 40 DW II- Retribution
Editor rating
7.0
User rate
7.5
Global vote
7.3
Vote you too:
N/A
Release: 1.3.2011
Price: € 30.00

Warhammer 40 DW II- Retribution

Genres: ACÇÃO Producer: THQ
PC
Pro
  • A intensidade das estratégias de jogo.
  • O motor 3D.
Con
  • A campanha merecia ser maior.


Quase passaram dez anos desde que a primeira expansão de Warhammer 40000: Dawn of War II saiu, mas eis que chega a altura para mais uma expansão de Warhammer 40000 Dawn of War II- Retribution, sendo esta a segunda expansão para esta franquia.
Em “Retribution” não precisamos do primeiro jogo para jogarmos ao contrário do que aconteceu em Chaos Rising que precisava do jogo original para termos acesso às quatro raças originais no modo multijogador.
Com esta expansão vamos ter acesso a várias raças como a Eldar, Space Marines, Imperial Guard, Chaos Space Marines, Orks e Tyranids. Cada raça representa um ponto de vista diferente do modo campanha e claro que o seu modo de combate com unidades distintas e respectivas habilidades também são diferentes.
A quantidade de opções que temos no que toca às raças acaba por prejudicar um pouco a narrativa fazendo com que esta seja um pouco superficial, onde apenas foi feito o básico situando o jogador no contexto da história.
Como muitos podem calcular, acabamos por ter mais do mesmo, sendo que Retribution consegue afirmar-se com uma boa continuação para os fãns e amantes deste jogo com muita acção e estratégia à mistura.
Tal como já falamos, a narrativa deixa muito a desejar, mas acaba por ser compensada com muitas missões.
Digamos que 16 missões por cada raça, muitas tácticas e muito boas opções para o multijogador.
Como o jogo dispõe da várias raças acaba por lhe dar uma certa longevidade, pois podemos vivenciar o jogo de diferentes pontos de vista.
Como cada raça tem um potencial diferente, podemos dizer que a jogabilidade acaba por ser diferente, não tendo de passar por aquela sensação de repetição no decorrer do jogo.
No que toca à mecânica do jogo, podemos dizer que é a mesma dos seus anteriores títulos.
Vamos viver muita acção, movimentos tácticos e a necessidade de providenciar cobertura às nossas unidades que tenham elementos no terreno.
O caos vivido no decorrer do jogo é já uma imagem de marca, sendo que por vezes certos combates chegam a pontos totalmente caóticos.
O jogo continua ainda com os efeitos de muita carnificina e efeitos físicos e visuais devastadores que exigem bastante do hardware do seu computador.
Algo que continua muito presente no jogo são os elementos RPG.
Após cada missão as nossas unidades ganham experiência e posteriormente podem subir de nível e obter novas habilidades e melhorar outras. Podemos ainda adquirir upgrades.
Ao adquirir upgrades podemos personalizar as nossas unidades, criando assim unidades que se adequam ao nosso estilo de jogo.
Devemos ter em atenção que as nossas unidades devem ter componentes variados.
Imaginemos que criamos uma unidade que só ataca à distância… o que vamos fazer com os inimigos que temos perto de nós?
Por isso dizemos que criar unidades de variados tipos é a melhor solução.
Durante as missões vai ser possível recrutarmos novas unidades em alguns postos que vamos conquistando no decorrer do jogo.
É certo que o número de unidades que podemos recrutar é limitado e estas unidades consomem recursos que vamos apanhando ao longo da missão, mas vale a pena.
Como pontos negativos vamos destacar um que já vem dos jogos anteriores, que está relacionado com a câmara e com o modo como a controlamos. É imperdoável que não tenham modificado esse ponto, não entendem que clicar em ALT e mover o rato não ajuda em nada nem contribui para uma boa jogabilidade?
Existem também alguns problemas com o modo de cobertura das nossas unidades, onde muitas vezes as nossas unidades se colocam do lado oposto do objecto, ficando completamente expostos e desprotegidos.
O jogo tem ainda a possibilidade de convidar amigos para jogar em cooperação e entrar em batalhas alucinantes com jogadores de todo o mundo. Temos também as conquistas para serem desbloqueadas, isso dá ao jogo mais alguma longevidade.
Warhammer 40000: Dawn of War II – Retribution é uma boa expansão que dá continuidade ao que vinha a ser feito nesta franquia.
Existem muitas missões, muitas raças, muitas opções de personalização das unidades e ainda muita acção e caos.
Estão reunidos todos os ingredientes para um bom jogo, apesar do grafismo que já se faz sentir velho para os parametros actuais.
Para aqueles que gostaram do jogo original, então não podem perder Retribution.

 

      Sobre Nós       Jobs       Acordo de Privacidade       Estatuto Editorial