Quais os personagens mais poderosos da DC?

Quais os personagens mais poderosos da DC?

Junho 3, 2021 Não Por Dark Clone

Definir os heróis mais fortes da DC sempre foi complicado, estamos a falar de heróis e entidades  bastante complexos mas a lista está completa e vamos divulgá-la. Não foi uma lista fácil mas apesar de tudo estamos satisfeitos com esta lista.

Sabemos que muitos vão ser aqueles que não irão concordar com esta lista, mas posso garantir que demos o nosso melhor.

15 – Mulher Maravilha

A Mulher Maravilha teve um inicio um pouco confuso acabando por levar muitos a verem esta personagem como uma propaganda feminista e alguns até viam esta personagem como uma sadomasoquista e bondage. Na verdade, esta personagem vem da Mitologia Grega, mais propriamente do conceito das guerreiras Amazonas. Esta personagem é uma das mais amadas da DC em conjunto com o Super Homem e Batman. É uma personagem muito forte, principalmente quando usa a sua espada e o seu laço.

14 – Shazam

Este é um herói menino bastante interessante, uma das personagens da DC mais poderosas de todo o seu universo e que deixa muitos surpreendidos por ter por trás desta personagem uma criança. Imaginem uma criança num corpo superpoderoso, com toda a imaturidade e falta de experiência que se espera num super herói.

Shazam é um super herói muito poderoso e quando liberta a força do raio então ele impõe bastante respeito.

13 – Super Homem

Todos conhecem o super herói Super Homem, ele também é conhecido como Kal-El, o último filho de um planeta completamente destruído. Nos inícios desta personagem ele seria pouco mais forte do que o Capitão América, mas com o passar dos anos ele foi evoluindo e acabou por ganhar poderes que não se entendem muito bem. tornou-se onipotente e praticamente invencível, algo que fez muitos deixarem de seguir este herói por acabar por ser sempre mais do mesmo sem alguém com força suficiente para o derrotar.

Enquanto que hulk fica mais forte conforme fica com mais raiva, o Super Homem tem mais força por conta da sua força de vontade e o seu compromisso de fazer o que está correto.

12 – Wolf

A personagem Wolf é uma das mais duronas da DC, ele é um caçador de recompensas que tem um poder de cicatrização incrível (bem ao estilo de Wolverine). Wolf é o último sobrevivente do seu planeta, tal como Kal-El, mas neste caso foi o próprio Wolf que chacinou toda a civilização.

Quando este personagem apareceu, parecia que seria um personagem descartável, mas o público gostou tanto que a personagem teve de ser reimaginada como um anti-herói super violento, um estilo muito sombrio com frases muito cômicas. O público nunca riu tanto enquanto acontece um genocídio, e em defesa de Wolf eram todas pessoas más, ou um bando de filhos ilegítimos que estavam a tentar matá-lo.

Wolf é praticamente imortal, ele tem resistência e limitada a dor, mutilação e álcool. Ele ganhou os seus poderes depois de morrer e ir para o céu, e ao chegar lá se assinou panteões inteiros enquanto Deus assistia a tudo. Esta personagem foi banida do céu e do inferno e os responsáveis acabam por ressuscitar sempre que necessário. 

11 – Doomsday

 Doomsday, conhecido também por Apocalipse é capaz de ser a única personagem da DC que o Super Homem tem algum medo. Digamos que Doomsday é uma criatura Kryptoniana pré-histórica, ele é fruto de uma experiência  para criar uma criatura que se conseguisse adaptar a qualquer ambiente. 

Esta experiência aconteceu 250 mil anos antes de o planeta de Krypton explodir, um cientista de nome Bertron criou um clone com ADN de uma espécie de Krypton e soltou essa cria no mato, mas a mesma não durou tempo nenhum e foi devorada pelos predadores. Bertron recolheu os restos mortais e clonou uma versão aperfeiçoada e voltou a colocar no mato, esta durou mais alguns minutos que a anterior. Este cientista repetiu o ciclo milhares de vezes adaptando a cria todas as vezes que a clonava e o cientista deixava gravado na memória da cria todas as mortes anteriores. A cria foi-se tornando mais e mais poderosa, sobrevivendo por mais tempo e acabando por se tornar em ódio puro. Doomsday adaptou-se para usar a energia solar e não precisar de água ou comida, ele regenera-se com facilidade e acabou por matar o cientista. Este ser vagueou pela galáxia por 250 mil anos, ele chacinou planetas inteiros, morreu várias vezes mas regenera-se dos seus restos mortais e voltava mais poderoso e imune ao que o matou da última vez.

Ao que sei, o Super Homem conseguiu matar Doomsday, mas isso resultou na sua morte, como podem ver na BD “A morte do Super Homem”.

10 – Mogo

 Para ser o mais sincero possível, eu não conhecia Mogo, mas após pesquisar um pouco pude perceber que Mogo era um planeta e também um dos Lanterna Verde. Como devem saber, o poder de um Lanterna Verde vem da sua força de vontade, e Mogo tem a força de vontade de um planeta. Segundo eu percebi, cada árvore, pássaro, peixe ou bactéria acaba por formar aquilo que chamamos de consciência, e assim acabamos por ter uma força de vontade gigantesca.  Mogo raramente aparece, e apesar de ele ser referido em várias BD´s do Lanterna Verde, Mister Miracle, Infinite Crisis, Blackest Night e muito mais, os autores não sabem bem como lidar com tamanha força pelo facto de alterar demasiado a balança.

09 – Darkseid

 Darkseid é o vilão principal no arco 4th World, onde Kirby criou toda a mitologia dos Novos Deuses, Apokolips, Metron, Nova Gênesis, Sr Milagre, Vovó Bondade e Big Bertha. Ao que parece o grande objetivo de vida é conseguir decifrar a Equação Antivida. Com ela, Darkseid poderá acabar com o livre-arbítrio de todas as criaturas, remoldando o Universo à sua imagem. Capaz de enfrentar fisicamente a Liga da Justiça inteira, ele ainda dispara os Raios Ômega através dos seus olhos, desintegrando tudo o que eles tocam menos o Super Homem.

08 – Imperiex

 Imperiex é a representação física da Entropia. Digamos que ele cria o Universo, acompanha-o até achar imperfeições e, depois do Big Bang, o recria para tentar atingir a perfeição. Imperiex chamou Doomsday de Bactéria e reduziu-o a um esqueleto com um gesto, mas Doomsday depois melhorou.

Depois de destruir várias galáxias, Imperiex volta os olhos para a Terra, o que força uma aliança profana entre Lex Luthor e os heróis. Ele é uma força cósmica de destruição.

07 – Antimonitor

 O Antimonitor vem de um Universo de antimatéria que descobriu a existência do Multiverso, este é um ser de puro ódio, e passou a destruir planetas, sistemas solares, galáxias e Universos inteiros absorvendo a sua existência. O poder físico do Antimonitor é quase inimaginável, ele matou a Supergirl sem esforço e quase não sente os golpes do Super Homem. O Antimonitor é um ser imortal, e no caso de ele morrer, ele regenera no seu Universo original. E mesmo assim é quase impossível matá-lo temporariamente, ele já resistiu a uma supernova à queima-roupa.

06 – Parallax

 Originalmente, Parallax era o Hal Jordan que tinha surtado, mas os editores apelaram para velha desculpa de Star Trek: “Estava possuído por uma entidade maligna alienígena“.

Parallax é uma criatura de puro medo, com imensas capacidades de controlo mental. Tudo o que sente medo está sujeito a ser controlado por Parallax, que tinha sido aprisionado eras atrás na Grande Bateria em Oa, fonte do poder dos Lanternas Verdes. Chamado de “impureza amarela” era a justificativa para os anéis não funcionarem contra nada com essa cor.

05 – Dr. Manhattan

 Watchmen foi uma história passada num Universo próprio, mas depois da minissérie Doomsday Clock que unificou e consertou vários problemas causados pelos Novos 52, o Dr Manhattan faz parte da cronologia oficial.

Ele, literalmente, recriou o Multiverso DC, os seus poderes são quase infinitos, com sua percepção de tempo não-linear e capacidade de manipulação atômica. Sem muito esforço, ele enfrentou toda a Liga da Justiça e apagou heróis da Existência só para experimentar e ver o que aconteceria. Dr Manhattan vê o Universo DC quase como… Uma obra de ficção.

04 – Os Perpétuos

 Os Perpétuos não são deuses. Deuses morrem quando a última criatura a acreditar neles deixa de existir. Perpétuos são personificações de conceitos, Sonho, Delírio, Desejo, Morte, Desespero, Destino e Destruição. Criados por Neil Gaiman na obra-prima Sandman, os Perpétuos são arquétipos. Destino tem no seu livro tudo que aconteceu ou acontecerá na História do Universo. Destruição é o começo e o fim de tudo, Sonhos trazem esperança, e ninguém no Inferno vive sem esperança. A Morte? Bem, a Morte estará no fim de tudo. Quando o Universo acabar, ela colocará as cadeiras em cima das mesas e fechará o salão.

Mesmo assim, eu consideraria que estas personagens são personificações de algo, já para não dizer que é difícil classificar o poder destas personagens.

03 – Espectro

 Jim Corrigan era um policia que morreu, mas uma Voz no pós-vida deu-lhe uma missão de voltar para a Terra e “destruir todo o mal”. Ele seguiu o caminho-padrão, vestiu uma roupa apertada e foi bater nos bandido. Reformulado nos anos 80, o Espectro é mais que o alter-ego de Corrigan, ele é uma entidade independente que precisa de um hospedeiro para se manifestar fisicamente.

O Espectro originalmente era um anjo chamado Aztar, que se uniu à rebelião de Lúcifer mas que se arrependeu. Como punição, ele passou a representar a Ira Divina. Entre outras coisas, o Espectro tem no seu currículo o assassinato dos primogênitos no Egito.

Os seus poderes são basicamente os mesmos de um Deus irritado. Ele é onipresente, controla matéria e energia, materializa objetos criaturas. Ele não mata inocentes e poucas criaturas no Universo podem causar-lhe dano.

02 – Lúcifer Estrela da manhã

 Lúcifer era o mais formoso dos anjos e o primeiro entre os caídos. O mais fiel servo de Deus, até a rebelião, que ele mais tarde descobriu ser parte do plano divino inefável, o que só aumentou sua revolta. Por 12 bilhões de anos, Lúcifer reinou no Inferno, até que se cansou, entregou a chave do local para Morpheus, ele juntou-se com a Maze e tornou-se dono de um Night Club. Ele tem poder de criar Universos, mesmo quando o Inferno era um triunvirato, Lúcifer estava apenas a divertir-se, podendo dizimar todos os outros reis-demônios com um pensamento. Lúcifer é a segunda criatura mais poderosa do Universo.

01 – A Presença

A Presença é o equivalente no Universo DC ao One Above All, no Universo Marvel. É Deus, entidade máxima, onipotente, onisciente, onipresente, com poderes e sabedoria infinitos, o alfa e o ômega. Ele existe em todos os lugares, ele é cada folha de relva, cada átomo ou fóton nos infinitos multiversos, nada é superior e ninguém é mais poderoso do que A Presença.

E a pergunta que fazemos no final de tudo é a seguinte… E o Batman? Onde fica ele no meio de tudo isto?

Batman já venceu o Super Homem mais de uma vez. Batman enfrentou o Darkseid. Batman não pode ser controlado por Parallax, pois Batman desconhece o medo. Batman derrotou a Liga da Justiça um a um. Tudo que Batman precisa é estudar o inimigo e formular um plano. Isso pode levar muito tempo e custar uma fortuna. Felizmente, ele tem as duas coisas.

Um pouco mais sobre o autor…

Paulo Costa é um grande fã de todas as coisas ligadas à Playstation, incluindo God of War, Uncharted, Horizon Zero Dawn e muito mais. Ele adora explorar todos os tipos de jogos e está sempre disposto a experimentar algo novo.