REVIEW – Devil May Cry 5 Special Edition

REVIEW – Devil May Cry 5 Special Edition

Novembro 30, 2020 Não Por Perplera

Devil May Cry 5 está de volta e desta vez com uma Special Edition para a Playstation 5 e Xbox Series. Esta edição não é uma continuação  do jogo mas sim uma melhoria da versão lançada em 2019.

Nesta versão com nome de Special Edition a Capcom promete uma experiência bem mais fluida e mais conteúdo para explorar. Eu já adorei este jogo em 2019 e a curiosidade levou-me a jogar este título novamente que tem agora um aspeto mais polido, uma jogabilidade mais fluida acompanhada de trilhas sonoras incríveis.

Mas as novidades não se limitam a visuais deslumbrantes ou a capacidade de 120fps com resolução 4K. Mas uma das novidades que fez os fãs delirarem foi o facto de ter uma personagem jogável nova com as suas sequências finais de habilidade que a nível visual são incríveis.

Jogabilidade…

A jogabilidade The Devil May Cry 5 Special Edition foi melhorada e apresenta agora uma diversidade de estilos de luta bem superior a primeira edição deste jogo.

DMC 5 conta com três personagens principais, cada uma delas com um estilo bem próprio. Dante tem um estilo mais direto e que se assemelha muito com um estilo arcade, ele tem uma espada enorme que abrange uma maior zona de ataque e conta ainda com uma pistola para ataques mais precisos.

A personagem Nero parece ser uma personagem mais divertida, ele conta com um braço que é modificável e uma espada motorizada que fica mais forte conforme executamos os nossos combos.

Em relação a personagem V, este faz a sua estreia na série e tem uma forma de se jogar totalmente inovadora, ele conta com poderosas habilidades de um marionetista, digamos que é difícil controlar mas assim que o jogador percebe como tudo funciona esta personagem pode ser muito poderosa.

Certo que tudo isto parece muito bem mas a experiência foi ampliada com a inclusão de Virgil como uma personagem jogável. Vergil é uma personagem muito querida pelo público que tem um estilo de combate baseado na velocidade dos seus movimentos acabando por lhe dar a capacidade de se teleportar para perto dos inimigos. Vergil conta com 4 armas no seu arsenal, todas elas com uma utilidade bem diferente, entre elas a famosa Katana Yamato. Vergil conta ainda com as Mirage Blades,  Beowulf e as Mirage Edge, tudo armas muito poderosas que podem causar muito dano. A tudo isto podemos juntar ainda a capacidade de criar clones que utilizam os ataques da Katana e que tornam esta personagem a mais completa do jogo. Com tudo isto não quero dizer que Vergil é a personagem mais poderosa do jogo, mas posso dizer que é a personagem mais técnica e que os maiores fãs vão certamente querer usar.

De frisar que a personagem Vergil também chegará a PS4, Xbox One e PC através de um DLC que ficará disponível a 15 de Dezembro.

Ainda de lembrar que DMC 5 conta ainda com dois novos modos de jogo, o Modo Turbo, que é caracterizado pela sua velocidade acrescida e ainda o Modo Lendário Dark Knight que tal como o nome indica eleva o desafio e coloca muito mais inimigos no ecrã.

Ainda nesta versão do jogo, estão incluídos todos os extras de DMC Deluxe Upgrade, ou seja, o modo Bloody Palace, alguns skins de pré-venda, e ainda 100,000 Red Orbs (moeda do jogo).

De referir que esta edição especial de DMC foi desenhada especialmente para as novas consolas mas que infelizmente ainda não tira partido das vantagens do controlador DualSense da PS5.

Gráficos e Som…

Apesar de Vergil ser uma personagem muito bem-vinda ao jogo acaba por ter como ponto negativo o facto de não ter cinemáticas associadas a sua personagem. Não quer isto dizer que no futuro não sejam incluídas cinemáticas através de uma atualização.

Outra situação que o jogador certamente vão gostar é o facto de poderem jogar a 4K porém vão ter de ativar o sistema ray-tracing, infelizmente este sistema só permite jogar a 30fps. Para quem quiser jogar com 60fps e com o ray-tracing ativado vão ter de se contentar com a definição full HD (1920×1080), mas se prescindir do sistema rey-tracing será possível jogar a uns impressionantes 120fps.

Para além de todas estas limitações que não sabemos se serão limitações do jogo ou limitações da própria máquina, ainda temos as limitações físicas. Quero com isto dizer que para podermos apreciar uma resolução 4K ou para podermos atingir os 120fps teremos de ter uma televisão ou ecrã compatíveis com estas tecnologias.

Falando das trilhas sonoras, não há muito a dizer pois elas continuam a ser incríveis e acompanham todo o poder que vem com esta edição especial de DMC 5.

Conclusão…

O que eu posso dizer em relação a esta nova versão de DMC 5 é que está incrivelmente bonita. Esta versão para as novas consolas vem acompanhada de todos os extra que o jogo tem e ainda se faz acompanhar de uma nova personagem jogável que certamente vai fazer os fãs vibrar. Vergil vai dar um novo ar a toda a história do jogo juntamente com o seu arsenal e visuais de alta qualidade. Infelizmente nesta fase de lançamento o jogo ainda não conta com as cinemáticas de Vergil, mas acredito que em breve teremos essas cinemáticas através de uma atualização. Algo interessante seria ver também algumas missões dedicadas a nova personagem jogável, afinal de contas quem não quer ver uma novidade para além da nova personagem jogável.

Para os jogadores que ainda não tiveram a oportunidade de jogar Devil May Cry 5 esta será certamente uma excelente oportunidade de o fazer.

NOTA 9/10

Positivo
  • Vergil acrescenta uma jogabilidade mais técnica.
  • Quatro persinagens totalmente diferentes.
  • Modo Legendary Dark Knight.
Negativo
  • Alguns problemas do original continuam.
  • Vergil sem cinematics ou história diferente.
  • Ray-tracing não melhora assim tanto.