REVIEW – MXGP 2021

REVIEW – MXGP 2021

Dezembro 28, 2021 2 Por Perplera

MXGP 21 chega para mais um ano de competições. Com a décima oitava e última etapa do campeonato mundial de motocross de 2021, a carreira de Tony Cairoli chegou finalmente ao fim, no mesmo mês em que o MotoGP saudou outra lenda das duas rodas como Valentino Rossi. Para comemorar a despedida do “Rei das estradas de terra“, a Milestone publicou MXGP 2021. A nova produção assinada pela equipa milanesa chega a tempo do encontro de Natal com poucas alterações em relação às edições anteriores serão suficientes para satisfazer o bom paladar dos fãs?

A carreira de uma lenda…

Imagem MXGP 2021A força da série MXGP permanece como sempre na “Carreira” que permite ao jogador participar no campeonato mundial com sua própria equipa ou com uma equipa oficial (a partir da categoria MX2). Como nas versões anteriores da série, o útilizador tem uma ampla capacidade de personalizar a sua equipa e piloto.

O jogador pode mudar coisas como, nome, número, capacete, patrocinador e muito mais, mesmo que o seu piloto virtual ainda não seja editável. O catálogo oferecido pela MXGP 2021 tem marcas nada mais nada menos que as impressionantes, Alpinestars, Arai, Shoei e Oakley. Estas são apenas algumas das marcas presentes em termos de equipamento técnico. Os carros de corrida de dois e quatro tempos são gentilmente oferecidos pela KTM, Husqvarna, Honda, Yahama e outros fabricantes, enquanto as peças de reposição são fornecidas por ninguém menos que Yoshimura, Öhlins, Michelin, Pirelli e outras empresas.

Imagem MXGP 2021Em suma, em MXGP 2021 há tudo o que um fã espera encontrar, incluindo os vários Cairoli, Febvre, Gajser, Herlings e todos os campeões que costumam competir nas duas categorias de motocross. Para tornar a progressão um pouco mais suave, a Milestone adicionou uma série de eventos paralelos para quebrar o ecrã usual de testes e corridas a serem disputadas. Como sempre, com base nas corridas feitas, será possível obter contratos mais rentáveis, novos patrocinadores e ofertas de alguma outra equipa de prestígio. Ao competir (também nos outros modos de jogo) será possível ganhar créditos preciosos para comprar novo material técnico tanto para o seu avatar como para tornar o seu veiculo de corrida mais competitivo.

Maior realismo…

Uma vez que a embraigem é libertada, tem-se a sensação de que Milestone mudou alguma coisa. O manuseio do veículo e o motor físico foram modificados, se nos episódios anteriores as motas pareciam um pouco leves demais, em MXGP 2021, a Milestone dedicou-se fortemente ao realismo da simulação. A melhor distribuição de peso afeta não apenas a maneira do piloto fazer as curvas ou saltar, mas também em colisões lado a lado com oponentes na pista.

Aterragens, por exemplo, requerem boa precisão, ao passo que cortar a acelaração a meio de um sulco de lama nunca é aconselhável. Comparado com MXGP 2020, a versão de 2021 tem uma curva de aprendizagem mais elevada, as excursões fora de pista ou contra as barreiras não são cobertas e qualquer erro é punido com a perda de segundos preciosos.

Imagem MXGP 2021Completar as primeiras corridas nas primeiras posições não será fácil (especialmente se for jogado numa versão de simulação), leva tempo para digerir todas as mudanças feitas pela Milestone. É tudo uma questão de equilíbrio, aprender a mudar o peso do piloto durante o vôo é essencial e leva tempo para fazer isso.

As condições meteorológicas têm um impacto tanto na jogabilidade como a nível visual (o efeito da chuva no capacete também é muito bom). Correr sob uma enchente exigirá muita atenção, principalmente para evitar as manobras de oponentes guiadas pela inteligência artificial. O sistema de deformação do solo parece estar aperfeiçoado, e a cada passo é possível admirar os sulcos deixados pelos nossos pneus, mesmo que eles não pareçam afetar as trajetórias a seguir.

O pacote de suspensão funciona bem e os ajustes que fazemos parecem realmente afetar o desempenho na pista.

Comparada com as outras produções assinadas pela Milestone, a Inteligência Artificial não brilha muito, os pilotos adversários seguem mais ou menos as mesmas trajectórias, enquanto o comboio que se forma a cada corrida move-se mais ou menos em uníssono causando acidentes espetaculares em certas situações. As quedas dos pilotos são no mínimo estranhas e é muito fácil o jogador se envolver em algum acidente.

Quanto à jogabilidade, testamos MXGP 2021 na versão PlayStation 5, e a experiência do pad é bastante envolvente e pode ser obtida por causa do DualSense e feedback tátil. No geral, o nosso conselho é jogar com a física avançada ativada e todos os recursos desativados, assim, MXGP 2021 pode ser um espetáculo.

Pistas lendárias…

Imagem MXGP 2021Milestone reproduziu 12 pistas oficiais do Campeonato Mundial (faltam apenas as do GP de Mântua e da França) e acrescentou 4 circuitos históricos renomeados “Legacy Tracks“, Ottobiano (Itália), Leon (México), Agueda (Portugal) e Ernee (França) vêm de edições anteriores da série.

No caso, há sempre a possibilidade de recriar/partilhar com a comunidade as pistas de sonho através do editor implementado, que oferece pouquíssimas novidades em relação à edição anterior. O modo Playground, por outro lado, dá ao jogador a capacidade de experimentar um pouco de roaming livre num mapa completo definido na floresta do País de Gales com waypoints (desafios cronometrados) para enfrentar.

MXGP 2021 conclui a sua oferta com uma série de modos rápidos (Time Attack, Championship e Fast Race) e com o setor multiplayer que oferece todas as opções típicas de produção da Milestone.

Conclusão…

Imagem MXGP 2021Graficamente, é inútil negar, esperávamos algo mais especialmente nas consolas de nova geração, as motos são bem modeladas, as animações dos pilotos são discretas e os efeitos atmosféricos são aceitáveis, enquanto tudo o que rodeia as pistas, desde as árvores às estruturas circundantes, parece muito menos impressionante.

A sensação de velocidade é boa mesmo que não nos tenha feito gritar por um milagre. O retorno do modo de primeira pessoa é muito bem-vindo e faz com que muitos jogadores fiquem contentes por este retorno. Por fim, no setor das trilhas sonoras a evolução é discreta, em linha com as dos últimos episódios, ainda que a falta de comentários técnicos continue a ser sentida durante as corridas.

Segue todas as notícias do o mundo dos videojogos na Strong Player, bem como nas redes sociais FacebookTwitter Instagram.

Nota 8/10

Positivo
  • Modo Playground.
  • Ajustes na simulação de jogo.
  • Maior realismo.
  • Desafiante sem ser frustrante.
Negativo
  • Graficamente esperava-se mais.
  • Falhas nas animações.
  • Ausencia do modo Quick Play no multiplayer.
  • Física falha bastante.

Detalhes do Autor
Fundador, Editor, Streamer , Strong Player

Fundador e editor da Strong Player (em 2010) e um apaixonado por videojogos.
Atualmente para além de noticias e reviews ainda faz streams na Twitch de forma a descomprimir do dia a dia stressante.