Valve já está a pensar no Steam Deck 2

Valve já está a pensar no Steam Deck 2

Julho 31, 2021 0 Por Perplera

Steam Deck veio para ficar, mas só se os jogadores acharem que é uma boa ideia. Essa é mais ou menos a filosofia da  Valve, que no decorrer de uma entrevista explicou o seu ponto de vista sobre a ideia de fazer um PC portátil que se pareça com a Nintendo Switch e que permita jogar os jogos da sua biblioteca Steam.

A novidade veio há algumas semanas, a Valve apresentou uma plataforma com monitor e controlos integrados, que também podem ser ligado a um monitor ou televisão (mas através de um dock vendido separadamente), que chegará no final deste ano e que será, na verdade, um PC disfarçado.

Isso significa que o jogador também pode decidir formatar a plataforma, removendo o SteamOS, para instalar o Windows e executar jogos externos à Steam, como os jogos da Xbox Game Pass ou da Epic Games Store. Mas essa é uma ideia que  pode representar o futuro dos videojogos, num mercado onde as pessoas estão cada vez mais direcionadas para as Cloud/Nuvem.

Greg Coomer , designer da plataforma, explicou que para a Valve estamos falar sobre a forma como tudo isto é visto. Não estamos simplesmente a falar de uma experiência que decidiram fazer, estamos a falar de um possível progenitor de outras plataformas futuras, quem sabe de uma possível Steam Deck 2.

Nas palavras de Coomer:

Se os consumidores concordarem que essa é uma boa ideia, esperamos não apenas levá-la adiante no futuro com novas iterações feitas por nós mesmos, mas também pensamos que novos produtores vão querer entrar neste espaço e participar.

Isso significa que, se a ideia der certo, a Valve imagina um universo em que um possível Steam Deck 2 possa juntar-se a outras plataformas semelhantes que funcionam com a mesma filosofia, mas feitas por outros fabricantes de hardware.

Este é um pouco de um conceito que a Valve já havia implementado para suas máquinas a vapor, como você se lembrará. “Queremos garantir que as pessoas saibam que o SteamOS 3 está disponível gratuitamente”,  acrescentou o designer do Steam Deck, Lawrence Yang. “É gratuito para qualquer fabricante que queira fazer um produto semelhante .

E quem sabe se no futuro, não se pode traçar um panorama de videojogos onde, além de diferentes PCs, os jogadores Steam também possam orientar-se entre diferentes modelos de Steam Decks produzidos por diferentes empresas.

Nesse ínterim, a plataforma está a fazer sucesso tendo em conta o objetivo de desempenho que pretende, o que poderia fazer os mais puristas torcerem o nariz, mas que se refere ao tamanho e ao alcance do ecrã nativo, não há necessidade, de nos deixar chegar jogos em 4K.

Segue todas as notícias sobre o mundo dos videojogos na Strong Player.

Segue-nos nas Redes Sociais e, FacebookTwitter e Instagram.

Um pouco mais sobre o autor…

O Bruno Costa é o editor e supervisor dos conteúdos da Strong Player. É o principal editor que distribui o seu tempo entre criação de notícias, reviews e desenvolvimento de artigos com curiosidades. Gosta de uma variedade de jogos bem extensa mas a sua preferência vai para os jogos de Zombies e para jogos com um modo história envolvente. Adora jogos de ação de mundo aberto com modo multiplayer e o seu preferido é o The Division 2.